Área de Associados


X    fechar
Webmail


X    fechar
Webmail


X    fechar
Extensões de Base
X    fechar


Boletim Eletrônico

09 de Setembro de 2019

Ferrugem Asiática deve aparecer mais tarde na próxima safra de soja do Paraná

Condições do inverno auxiliaram na limpeza das plantas voluntárias, dificultando a chegada dos esporos. Condições de chuva ideais para a ferrugem devem acontecer apenas entre novembro e dezembro

Na última safra de soja 2018/19, as condições climáticas durante o inverno do Paraná contribuíram para a chegada da Ferrugem Asiática mais cedo no estado. Os primeiros coletores a identificarem a presença dos esporos foram acionados já no dia 18 de outubro, uma situação bastante atípica, uma vez que a safra 2017/18, por exemplo, registrou o primeiro caso de 1 de dezembro.

Já para esta próxima safra 2019/20, o diretor técnico da Emater/PR, Nelson Harger, destaca que as geadas do inverno, os três meses de estiagem e a falta de condições para o Paraguai iniciar o plantio sedo, vão atuar para atrasar o aparecimento dos esporos no estado.

Segundo Harger, a expectativa é de que os primeiros casos sejam percebidos apenas entre o final de novembro e início de dezembro, quando as previsões apontam a manutenção de chuvas regulares, essenciais para a proliferação da doença.

O especialista conta ainda que, para a safra passada a Emater, em conjunto com a Embrapa Soja, tinham 174 coletores de esporos espalhados pelo estado, e que neste novo ciclo o número irá saltar para 200 equipamentos.

Fonte: Notícias Agrícolas


Mais Notícias



Fale Conosco

(44) 3220-1550


Rua Piratininga, 391 - Edifí­cio Lavoura - Fax (44) 3220-1571 - CEP 87013-100

Maringá - Brasil


 
Via Site