Área de Associados


X    fechar
Webmail


X    fechar
Webmail


X    fechar
Extensões de Base
X    fechar


Boletim Eletrônico

01 de Novembro de 2018

Clima: Tempestade e frente fria no Sul do Brasil

No Paraná, mau tempo traz transtorno adicional, já que o plantio da soja já está atrasado


A região Sul do Brasil terá mais um dia de chuvas fortes nesta quarta-feira (31) com a chegada de uma frente fria. Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), são esperadas tempestades em áreas do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Com as precipitações recentes, o Paraná já tem o plantio atrasado.

De acordo com o Inmet, nas áreas dos três estados do Sul do país as chuvas devem ficar entre 30 e 60 milímetros por hora ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 Km/h), e queda de granizo. Há risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos.

A condição mais úmida no Sul do Brasil já tem impactado o plantio da safra de verão de soja no Paraná, por exemplo. Segundo o Deral (Departamento de Economia Rural) do Paraná, os trabalhos no estado estão em 65% da área. No ano passado, os trabalhos estavam em 73%.

Aviso para as áreas: Planalto Norte Catarinense, Campanha, Oeste Catarinense, Planalto Sul Catarinense, Litoral Sul Catarinense, Encosta Do Sudeste, Serra Do Sudeste, Depressão Central, Encosta Inferior Do Nordeste, Encosta Superior Do Nordeste, Campos De Cima Da Serra, Planalto Médio, Missões, Alto Uruguai, Central Paranaense, Norte Paranaense, Oeste Paranaense, Sudoeste Paranaense, Sul Paranaense, Litoral Gaúcho, Meio-Oeste Catarinense

Aviso para as áreas: Planalto Norte Catarinense, Metropolitana De Curitiba, Oeste Catarinense, Vale Do Itajai, Grande Florianópolis, Planalto Sul Catarinense, Litoral Sul Catarinense, Central Paranaense, Litoral Paranaense, Norte Paranaense, Oeste Paranaense, Sul Paranaense, Meio-Oeste Catarinense, Litoral Norte Catarinense

Segundo informou a Reuters com base no Agriculture Weather Dashboard, do Refinitiv Eikon, neste mês de outubro as precipitações ficaram acima da média em todo o Paraná. Nas faixas Norte e Oeste do estado, os acumulados variaram de 200 a 300 milímetros da média histórica.

“Quando o clima começou a ficar favorável choveu novamente, inclusive algumas localidades receberam volumes de chuvas de até 200 mm. Então, o estrago já foi grande para essas regiões que já tinham feito o replantio de algumas áreas”, disse ao Notícias Agrícolas o produtor de Doutor Camargo (PR), Ildefonso Ausec.

De acordo com a Climatempo, os próximos dias ainda serão de chuvas frequentes em praticamente todas as áreas do Sul do Brasil. “No feriado do dia 02 de novembro, a instabilidade diminui sobre o Sul do Brasil, por isso, grande parte do Rio Grande do Sul e o litoral sul de Santa Catarina não terão mais chuva”

Durante a terça-feira (30), as precipitações no Brasil estavam mais concentradas sobre a região central do país. Os cinco maiores acumulados do país foram em Tucumã (PA): 113,4 mm, Espinosa (MG): 56,1 mm, Nova Maringá (MT): 55,6 mm, Vilhena (RO): 54,0 mm e Brasília (DF): 48,2 mm.

Fonte: Notícias Agrícolas


Mais Notícias



Fale Conosco

(44) 3220-1550


Rua Piratininga, 391 - Edifí­cio Lavoura - Fax (44) 3220-1571 - CEP 87013-100

Maringá - Brasil


 
Via Site