Área de Associados


X    fechar
Webmail


X    fechar
Webmail


X    fechar
Extensões de Base
X    fechar


Boletim Eletrônico

13 de Setembro de 2018

Após sete anos em alta, valor da produção agrícola recua em 2017

Movimento negativo foi impactado pela queda nos valores de produção do milho, feijão e trigo

O valor de produção das lavouras brasileiras atingiu R$ 319,6 bilhões em 2017. O número representa uma queda de 0,6% sobre o resultado de 2017, além de ser o primeiro resultado negativo registrado após sete anos. Os dados são da Pesquisa Agrícola Municipal (PAM), divulgada hoje (13), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o IBGE, o recuo no faturamento foi puxado pela queda nos valores de produção do milho (-12,7%), feijão (-28,8%), batata inglesa (-50,9%) e trigo (-41,9%).



Por outro lado, a soja segue como principal cultura agrícola do País. No ano passado, o valor de produção da oleaginosa representou 35,1% do total. De uma forma geral, a safra de cereais, leguminosas e oleaginosas cresceu 28,2% em 2017, na comparação com 2016, com um total de 238,3 milhões t. A soja representou 48,1% do total produzido nesse grupo, seguido do milho (41,0%).

Mesmo com menor receita, a área plantada foi maior no último ano e cresceu 2,1%, alcançando 79,0 milhões ha. O aumento da área e os ganhos de produtividade proporcionaram recorde de produção de várias culturas, com destaque para a soja e o milho, que cresceram 18,9% e 52,3%, respectivamente, em 2017.

O estado com maior faturamento no campo foi Sorriso (MT), com R$ 3,3 bilhões, uma alta de 2,4% em comparação a 2016. O município teve 1,0% de participação no total do valor de produção do país.



Mais Notícias



Fale Conosco

(44) 3220-1550


Rua Piratininga, 391 - Edifí­cio Lavoura - Fax (44) 3220-1571 - CEP 87013-100

Maringá - Brasil


 
Via Site