Área de Associados


X    fechar
Webmail


X    fechar
Webmail


X    fechar
Extensões de Base
X    fechar


Boletim Eletrônico

23 de Fevereiro de 2018

Programa Mais Leite Saudável destina R$ 130 milhões para fomentar atividade


Indústrias de laticínios receberam cerca de R$ 130 milhões dentro do Programa Mais Leite Saudável desde a sua criação em setembro de 2015. Os recursos, que são provenientes de créditos do PIS/Pasep e Cofins, beneficiaram diretamente 300 empresas e 40 mil produtores de leite do país com assistência técnica, educação sanitária e melhoramento genético.

Gerenciado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o Mais Leite Saudável tem como objetivo implementar boas práticas agropecuárias, melhorar a competitividade e rentabilidade dos produtores, incentivar a certificação de propriedades como livres de tuberculose e brucelose.

Mesmo com a alta abrangência por parte dos produtores, o programa ainda tem espaço para crescer. É o que destaca a coordenadora do Departamento de Desenvolvimento das Cadeias Produtivas, Charli Ludtke. Em estados grandes produtores, como o Rio Grande do Sul, por exemplo, apenas 18% de estabelecimentos sob inspeção federal participam do Mais Leite Saudável.

De acordo com a coordenadora, o número de pessoas beneficiadas até agora passa de 55 mil, incluindo aqueles produtores que acompanham atividades coletivas como palestras, por exemplo. A assistência direta contemplou em maior escala Minas Gerais (10.375 produtores), seguido do Rio Grande do Sul (9.944), Santa Catarina (8.170) e Paraná (4.082).


Mais Notícias



Fale Conosco

(44) 3220-1550


Rua Piratininga, 391 - Edifí­cio Lavoura - Fax (44) 3220-1571 - CEP 87013-100

Maringá - Brasil


 
Via Site