Área de Associados


X    fechar
Webmail


X    fechar
Webmail


X    fechar
Extensões de Base
X    fechar

Boletim Eletrônico

28 de Novembro de 2017

Com impulso das lavouras, agronegócio deve crescer 6,3% em 2017


O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio deve encerrar 2017 com elevação de 6,3%. Esse movimento de alta será impulsionado pelo ramo agrícola, que também deve crescer 9,2% neste ano. A análise é feita pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Apesar da alta nos resultados prévios do ano, o estudo do Cepea e da CNA destaca que 2017 foi marcado por fortes quedas de preços para os produtos do agronegócio, o que, por sua vez, pressiona a renda do setor. 

Na comparação de janeiro a agosto de 2017 com o mesmo período de 2016, o decréscimo nos preços médios do agronegócio é de 9,5% em relação aos da economia como um todo. Então, considerando-se as informações disponíveis até agosto/17, estima-se retração interanual de 3,8% no PIB-renda do agronegócio brasileiro.

Agronegócio segura inflação - Se por um lado o movimento de queda dos preços relativos do agronegócio expressou a perda de rentabilidade da produção do setor frente à média da economia, por outro trouxe impacto positivo sobre a economia e a sociedade. "Produzindo mais a preços menores, o setor contribuiu com o maior abastecimento, com a geração de divisas e o controle da inflação", destaca o Cepea.


Mais Notícias

Fale Conosco

(44) 3220-1550


Rua Piratininga, 391 - Edifí­cio Lavoura - Fax (44) 3220-1571 - CEP 87013-100

Maringá - Brasil


 
Via Site